Simplicidade na escrita

Jack Kerouac já dizia: “Um dia encontrarei as palavras e elas serão simples”.

Nem sempre as histórias que contamos são simples. Por vezes, são complexas, duras, pessoais, íntimas.

Mais apesar da complexidade e da profundidade das histórias, não podemos confundir o uso das palavras num mesmo nível. Pelo contrário, encontrar palavras que estão mais próximas da própria experiência, palavras que permeiam de modo simples por toda nossa corrente sanguínea, que fluem na naturalidade e simplicidade do vivenciar os dias. Lembre-se de momentos como o aprender a falar, em que as palavras apenas surgiram, a partir do momento que sentimos as coisas e passamos a ver o mundo.

Seja simples. Deixe fluir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s