Edson Lau Filho: negro, político e agente

Da série Pessoas que Inspiram, Edson Lau Filho: negro, político e agente.

Apaixonado pela política, compreendendo-a como uma atividade nobre e vocacional, Edson Lau Filho, 31 anos, nascido em São Bernardo do Campo, região do Grande ABC paulista, e adotado pelo Paraná, como ele mesmo afirma, é Assessor Especial da Juventude no Governo do Estado do Paraná, Presidente do Conselho Estadual da Juventude (Conselho este reativado recentemente depois de 20 anos sem atuação) e Vice-Presidente no Conselho Estadual do Paraná de Promoção à Igualdade Racial e Militância político-partidária. Além disso, atua no Conselho Nacional de Juventude e é Secretário-Geral do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) de Curitiba.

Atualmente, é responsável pela implementação, articulação e organização das políticas públicas voltadas à juventude no Estado do Paraná. Nos conselhos em que participa, auxilia no controle social das políticas, bem como na articulação necessária dos governos com a sociedade civil.

Edson é por parte de pai, filho de paulista e neto de nordestinos. Do lado materno, é filho e neto de mineiros, provavelmente, descendentes de escravos. Casado com uma carioca, é um corinthiano apaixonado, em suma: se declara brasileiro com orgulho.

Lau Filho é negro e destaca que um de seus maiores desafios na vida é a superação da desconfiança e do racismo nos diversos ambientes em que frequenta: “Tento superar todos os dias com muito trabalho. Minha mãe sempre dizia que nós negros temos que trabalhar o dobro para sermos aceitos.” – afirma Edson.

thumbnail_edson lau foto

Para ele, diante de adversidades como essas, dentre tantas outras, é preciso sofrer o “choque” e superá-lo, afinal a falta de ação muitas vezes favorece a propulsão da “maré contrária”. Além disso, Edson afirma que não se pode perder a capacidade de sonhar: “Mais do que sonhar, precisamos ter ideais de vida… gosto de dizer que ter um ideal é o mesmo que sonhar acordado!”.

Em 2016, Edson e os demais da equipe do governo fizeram uma campanha institucional que teve o maior alcance de história do Brasil, denominada “Teste de Imagem”, que denunciava o racismo institucional. Foram milhões de pessoas alcançadas em todo Brasil. Outro resultado importante foi a criação do primeiro programa de atendimento e ação em rede para a juventude do Brasil, o Programa Rede Jovem, do qual Edson se orgulha em fazer parte dessa história.

Lau Filho se define como ” ‘o mais suicida dos que amam a vida.’ Gosto dessa frase que Rubem Fonseca construiu para o Mandrake, um dos seus mais conhecidos personagens. Amar a vida não quer dizer que não devamos assumir riscos. Churchill, inclusive, dizia que pelo menos na política a gente pode morrer muitas vezes”, declara Edson. Por outro lado, Edson ressalta não ser benéfico tomar quaisquer decisões baseados no calor e na emoção. Arriscar pensando é sempre o mais indicado.

Edson

Como legado de vida, Edson quer ser lembrado como alguém que mudou para melhor a vida de quem compartilhou o seu tempo com ele. Para isso, Lau Filho defende a participação ativa como fator principal para mudar a história: “Quem se omite tem a mesma responsabilidade de quem age. Eu prefiro ser um agente da história”.

Edson Lau Filho já foi premiado com a Comenda Honestino Guimarães, em 2015, recebida do Governador de Goiás, pelos serviços prestados junto à juventude brasileira. Foi, também, finalista do Prêmio Profissionais do Ano da Rede Globo em 2017 e finalista do Prêmio Top de Marketing da Associação dos Dirigentes de Marketing e Vendas do Brasil (ADVB), no mesmo ano.

PerfilEdson não se vê como uma pessoa inspiradora, mas afirma: “aprendi em casa e com muito dos mestres que tive pela vida que muitas responsabilidades nos são legadas, deliberadamente ou não, mas o fundamental é realizá-las da melhor maneira possível”.

Por falar em mestres, Edson também se inspira em outras pessoas para ser quem é, como: seus próprios pais, Mário Covas, José Richa, Winston Churchill, Malcolm X, Nelson Mandela, Fernando Henrique Cardoso e Beto Richa.

Como mencionado anteriormente, Edson é paranaense de coração. Para ele, o Paraná “é um mar de oportunidades, de gente trabalhadora e que me acolheu como um filho”. Já quanto ao Brasil, ele afirma não ser um país para amadores: “terra de um povo plural, resiliente e lindo, o Brasil, assim como o mundo, precisa de um encontro com a liberdade e a justiça, urgentemente”. E é por meio de sua participação na política e no envolvimento com a juventude que Edson tem buscado isso. Ele ainda complementa expondo sua posição de vida a partir do pensamento de Thurgood Marshall: “Há um preço a pagar pela divisão e isolamento. A democracia não pode desabrochar em meio ao ódio. A justiça não pode se enraizar em meio à raiva. Devemos abandonar a indiferença. Devemos abandonar a apatia. Devemos abandonar o medo.”

Edson, um negro na política, um agente de transformação na sociedade. Edson inspira. Quem te inspira?

Obs.: Para contatar Edson Lau Filho, envie um e-mail para: edsonlaufilho@gmail.com.

Série: Pessoas que inspiram

Salve, galera!

Estou aqui para te convidar para uma nova série, agora biográfica, sobre pessoas que inspiram, tanto para mim, quanto para outras pessoas.

 

Pessoas que inspiram(2)

Portanto, se você conhece ou é alguém que inspira, envie-me uma mensagem para karen.campana@hotmail.com ou acesse o formulário aqui no Blog em Contato.

Afinal, pessoas ensinam, com pessoas aprendemos e pessoas inspiram…

Próxima semana, tem lançamento aqui no Blog!

Conto com a participação de vocês!