“De nada adianta ser consciente que o mundo vai mal e não fazer nada.”

VOCÊ CONCORDA COM ISSO?

Hoje, quero falar com vocês sobre desigualdade social, algo que atinge a Inglaterra, atinge o Brasil e atinge o mundo! Infelizmente…

Te convido a refletir e dialogar comigo. Somos pessoas, somos sociedade e nosso papel no mundão é fundamental!

A desigualdade social é um problema social presente em todos os países do mundo. Acontece no Brasil, acontece na Inglaterra, acontece em todo lugar, infelizmente. Decorre, principalmente, da má distribuição de renda e da falta de investimento na área social, como educação e saúde.

Uma reportagem da Financial Times de março de 2020, apontou que a desigualdade de renda no Reino Unido aumentou à medida que um congelamento nos benefícios atingiu as famílias mais pobres e resultou na queda de suas rendas por dois anos consecutivos. A renda das famílias mais pobres caiu 4,3% ao ano.

A recente queda na renda das famílias mais pobres em UK reflete o congelamento de certos benefícios para a idade ativa, como auxílio-renda e abono de família, que estão estagnados nos níveis de 2016, de acordo com o ONS (Office for National Statistics).

Já no Brasil, entre 2014 e 2018, a renda dos 5% mais pobres no Brasil caiu 39%. Nesse mesmo período, o país registrou um aumento de 67% na população que vive na extrema pobreza, segundo o levantamento da FGV (Fundação Getúlio Vargas).

O nível de desigualdade varia muito em todo o mundo. As economias emergentes são mais desiguais do que as dos países ricos. A forma mais conhecida de medir a desigualdade é o coeficiente de Gini, que varia de 0% nos casos de igualdade perfeita a 100% na distribuição mais desigual.

E aí você pode estar se perguntando: “O que eu tenho a ver com isso?” ou“Como podemos mudar isso?” Qual pergunta fazer é uma escolha e diz muito sobre você e quem você é nessa sociedade!

Optando por responder: Como podemos mudar isso?, fica aqui algumas sugestões:

1) Vivendo em uma democracia, seu voto faz toda a diferença. Portanto, vote consciente e + do que isso, cobre seus gestores, proteste, questione-os.

2) Ajude aqueles que precisam. Há várias formas de contribuir. Divida aquilo que você tem e sabe.

3) Apoie o trabalho das ONGs e demais instituições éticas. Há muita gente precisando e muita gente disposta a gerar + oportunidades e promover + igualdade neste mundão.

4) Se empregador, gere empregos com rendimentos justos e empregue promovendo essa igualdade social: racial, de gênero e por aí vai!

Será que estamos fazendo a diferença???

Se gostou dessa reflexão, COMPARTILHA com a galera! Adoraria ouvir a opinião de vocês aqui nos comentários também ❤️🙏🏼🌍 !

Me siga no Instagram, clicando aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s