Dia da Consciência Negra?

Aposto que hoje você já deve ter lido ou ouvido expressões como “racismo reverso”, ou “por que não dia da consciência humana?” (aí Morgan Freeman… Você me mata!), ou ainda “um dia para negros só atrai mais divisão”, ou “por que só os negros tem um dia?”, ou “o povo não sabe mais o que inventar!” e mais um monte de asneiras. Pode confessar!

Ficar explicando o óbvio é um tanto cansativo, principalmente para quem não faz questão de aprender e de evoluir como pessoa e em sociedade. Imagino para os próprios negros, que já não basta vivenciarem o racismo frequentemente, ainda se sentem, muitas vezes, obrigados a ficar refrescando a memória dessa branquitude que parece acéfala.

“I have a dream…”

Martin Luther King

Dia da Consciência Negra é dia de reflexão. Dia de repensarmos nossas relações, nossos preconceitos, nossa intolerância, nossas expressões racistas (às vezes até impensadas, às vezes puramente racistas mesmo!). Inclusive, leia: Dez expressões racistas que você precisa parar de falar imediatamente.

Acordem, brancos! Levantem-se, negros! Que “igualdade” é essa que ainda há seres humanos sendo chamados de macaco?

“Não basta não ser racista, precisamos ser antirracista!”

Taison, 2019

Que “igualdade” é essa que salários são atribuídos desigualmente por conta de raça? Que “igualdade” é essa que por conta de cor se torna o alvo de bala? Que “igualdade” é essa em que os índices nos presídios, entre os empregados e nas regiões mais pobres nota-se uma discrepância quando analisadas a cor? Onde está a igualdade de oportunidades? Onde está a igualdade de direitos?

 

 

Dia da Consciência Negra é dia de estudar história, a história no mundo e a do Brasil.

Dia da Consciência Negra é dia de tentar entender o porquê da história negra ser por vezes apagada de um Brasil que tem a maioria como população negra. Veja: Negros e negras que deveriam ser mais estudados nas escolas.

Dia da Consciência Negra é dia de analisar índices da realidade ainda atual e levantar porquês.

Dia da Consciência Negra é dia de “botar a mão na consciência!”.

 

 

Dia da Consciência Negra é para relembrar o quanto o povo negro já fez pela nação e ainda são invisibilizados por uma ala racista.

Dia da Consciência Negra é para ressaltar a autoestima dessa raça maravilhosa que constantemente é jogada para escanteio.

Dia da Consciência Negra é para reforçar a necessidade de dar voz a esse povo, que historicamente tem sido calado, literalmente, e/ou pelas circunstâncias impostas.

Dia da Consciência Negra é para você branco não fazer comentário infeliz como destaquei na introdução.

Dia da Consciência Negra é para você negro passar a compreender a necessidade de você exigir seu espaço, seu direito, suas oportunidades e não deixar ser limitado pelos racistas. Não aceite menos! Negros… Unam-se! Exijam! Denunciem! E deixem que falem que agora é só mi-mi-mi. Infelizmente, alguns não gostarão que vocês conquistem o espaço de vocês… Infelizmente, alguns não querem deixar os privilégios mais que ultrapassados e desumanos como o poder sobre a senzala. #RacistasNãoPassarão

 

 

Dia da Consciência Negra. 20 de Novembro. Por mais consciência para mais transformação na sociedade!

#DiaDaConsciênciaNegra

#20deNovembro

Leia mais:

Não basta não ser racista!

O racismo contra os negros é velado no Brasil

7 filmes (e séries) que mostram por que o Dia da Consciência Negra é tão necessário